Photos and Videos about

Bicentennial of Queen Dona Maria II’s birth (1819-2019) – Chapter IV Unaware of the actions of his brother, on 3 March 1828 Dom Pedro signed his effective abdication of the Portuguese Crown, on his words, to give “an undoubted proof” that he wished to see the Portuguese nation “perpetually separated from the Brazilian nation”. On 5 July 1828 Dona Maria embarked in Rio de Janeiro towards Vienna to be educated at her grandfather's Imperial Court, in the company of Felisberto de Oliveira Horta (1772-1842), marquis of Barbacena, plenipotentiary ambassador of Brasil. Meanwhile, in Lisbon, on 3 May, the very same nobility who had paid homage to Dom Pedro urged Dom Miguel to convoke the Ancien Régime Estates of the Realm in view to decide the legitimate succession to the Throne. On 23 June, in the Royal Palace of Ajuda, the Assembly confirmed him as king of Portugal and on 7 July Dom Miguel was acclaimed according the old traditions. Upon arrival in Gibraltar on 3 September, and having been informed of the usurpation of the Throne by Dom Miguel, the marquis of Barbacena decided that Dona Maria should go to London. In his mind, the liberal duke of Wellington, prime-minister of Great-Britain, would be a better allied than the absolutist Austrian Chancellor Klemens von Metternich, professedly supporter of Dom Miguel. He was utterly wrong. Even if Dona Maria was received with the honours due her royal hierarchy, Wellington was straightforward: England would remain neutral in this matter! For him the solution was to send the young Queen to Vienna and then marrying to Dom Miguel. [Departure of Dona Maria from Rio de Janeiro by Jean Baptiste Debret (1768-1848)] #theportugueseroyalarchives #portugal #brasil #brazil #riodejaneiro #lisboa #lisbon #houseofbraganza #casadebragança #reideportugal #kingofportugal #imperadordobrasil #dompedroi #dompedroiv #pedroiv #migueliofportugal #queenofportugal #rainhadeportugal #donamariaii #queenmariaii #rainhadonamariaii #portugueseroyalfamily #portugueseroyalty #familiarealportuguesa #casarealportuguesa #familiaimperial #imperialfamilyofbrazil #royal #royalty

Bicentennial of Queen Dona Maria II’s birth (1819-2019) – Chapter II Before dying, Dom João VI nominated his daughter Dona Isabel Maria (1801-76) as Regent of Portugal until “the legitimate heir returned to the kingdom”. However, the continuously elusive king didn’t specify wich of his sons would inherit the Crow. His death, on 10 March 1826, sparked a succession crisis. What at first glance seemed to be a dynastic problem, was, in fact, a political dilemma. According to the primogeniture principle, Dom Pedro was the rightful heir. However, the prospect of a new union between the Crowns of Portugal and Brasil was unthinkable for both countries. Second in line was Dom Miguel (1802-1866), exiled in Vienna after leading two revolutions, known as Vilafrancada (1823) and Abrilada (1824), against the Cortes [Parliament] established after the Liberal Revolution of 1820. On 2 May 1826, in a daring political manoeuver, the now King Dom Pedro IV abdicated in favour of his eldest daughter, Dona Maria, with specific terms: Portugal should accept the Constitutional Charter issued by him on 29 April (far more conservative than the Liberal Constitution of 1822, attempting to satisfy the Absolutist partisans) and his brother should marry Dona Maria, after accepting the new Constitution and acting as Regent until his niece reached majority. Still in Vienna, Dom Miguel swear loyalty to the new Constitutional Charter (4 October) and signed the marriage contract (29 October). Few weeks later, on 2 December, the Empress of Brasil, and former Queen of Portugal, Dona Maria Leopoldina suffered a miscarriage and died on 11 December. [“Allegory to Dom Pedro IV’s Constitutional Charter and Abdication” (1826) by Domingos Sequeira (1768-1837)] #theportugueseroyalarchives #portugal #brasil #brazil #riodejaneiro #houseofbraganza #casadebragança #reideportugal #kingofportugal #imperadordobrasil #domjoaovi #dompedroi #queenofportugal #rainhadeportugal #donamariaii #queenmariaii #rainhadonamariaii #portugueseroyalfamily #portugueseroyalty #familiarealportuguesa #casarealportuguesa #familiaimperial #imperialfamilyofbrazil #royal #royals #royalty #dompedroiv

07 de abril de 1831 - A abdicação de D.Pedro I . Os primeiros dias de abril, as ruas viviam momentos de grande inquietação: grupos exaltados passaram a defender a necessidade de um governo republicano. A imprensa pregava "o dever sagrado da resistência à tirania". No dia 5 de abril, D. Pedro I constituiu um novo ministério – o Ministério dos Marqueses. No dia 6, desde o amanhecer, numerosos grupos concentraram-se no Campo da Aclamação – local onde D. Pedro fora feito Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil –, onde circulavam boatos de represálias do imperador à oposição. Exigia-se o retorno do gabinete formado por liberais brasileiros. O monarca teria respondido então: "Tudo farei para o povo, mas nada pelo povo". Às 23 horas, à população ali reunida vieram se juntar os corpos de tropa sob o comando do brigadeiro Francisco de Lima e Silva. Na madrugada do dia 7 de abril de 1831, não conseguindo contornar a crise, D. Pedro I apresentou o ato de abdicação do trono. Naquela mesma madrugada, deixou o palácio sem se despedir do filho de 5 anos, seu herdeiro, mas enviando-lhe posteriormente uma correspondência na qual assinalava que "me retiro para a Europa (...) para que o Brasil sossegue, o que Deus permita, e possa para o futuro chegar àquele grau de prosperidade de que é capaz. Adeus, meu amado filho, receba a bênção de seu pai, que se retira saudoso e sem mais esperança de o ver". Entre a data da abdicação e a da partida para Portugal, D. Pedro I enviou algumas outras correspondências, como, por exemplo, a José Bonifácio, nomeado tutor do príncipe D. Pedro de Alcântara, em que dizia: "Eu delego em tão patriótico cidadão a tutoria do meu querido filho, e espero que educando-o naqueles sentimentos de honra e de patriotismo com que devem ser educados todos os soberanos (...), ele venha um dia a fazer a fortuna do Brasil de quem me retiro saudoso". No dia 8 de abril, D. Pedro I enviou uma mensagem à Assembleia em que comunica ter nomeado como tutor de seu filho – segundo a Constituição, capítulo V, art. 130 – José Bonifácio de Andrada e Silva. . #monarquía #monarquia #instagram #historiasdobrasil #instagrambrasil #historians #dompedroi #dompedroiv

Smart App
(@sm4rtapp)

19 Days 14 Hours Ago

La place Dom Pedro IV et ses jolis pavés. Il faut y aller tôt le matin, sinon impossible de faire cette photo ^^ #pracadompedroiv #dompedroiv #lisboa #lisbon #lisbonne #portugal #rossiolisboa

Did you know... That according to the first two articles of the Treaty of Rio de Janeiro, signed on 29 August 1825 (were Portugal recognized Brasil as an independent nation), King Dom João VI (1787-1826) of Portugal was recognized “de jure” Emperor of Brasil by his son Dom Pedro I (1798-1834), the “de facto” Emperor of Brasil, [“Art.II – His Imperial Majesty, in recognition of the respect and love of his august father, Dom João VI, consented to His Most Faithful Majesty to take to his person the title of Emperor”]? This political manoeuver was of crucial importance since ensured the dynastic rights of Dom Pedro as presumptive heir to the Portuguese Crown, avoiding the law prohibiting a foreigner from being King. In the context of the tensions between the defenders of an absolute monarchy versus a liberal monarchy, this skewed reading would be contested by his brother, Dom Miguel (1802-66), leading to a tragic and bloody Civil War that lasted from 1828 to 1834. In the end, Dom Pedro’s daughter, Dona Maria II (1819-53) was recognized as the rightful Queen of Portugal and Dom Miguel banished from Portugal as a usurper king. [Portrait of Dom João VI by Albert Gregorius (1774-1853), Palace of Ajuda Collections, Lisbon] #theportugueseroyalarchives #portugal #brasil #brazil #houseofbraganza #casadebragança #reideportugal #kingofportugal #rainhadeportugal #queenofportugal #imperadordobrasil #domjoaovi #dompedroi #dompedroiv #donamariaii #portugueseroyalfamily #familiarealportuguesa #casarealportuguesa #familiaimperial #imperialfamilyofbrazil #royal #royalty #realeza #royalfamily #royalfamilies #painting #portrait #royalportrait

A CONSTITUIÇÃO MAIS LONGEVA DA HISTÓRIA DO BRASIL Há exatos 195 anos era aprovada a primeira constituição política do Brasil, elaborada por um Conselho de Estado e outorgada pelo Imperador D. Pedro I, em 25.03.1824. Ficando definitivamente marcada na história da trajetória política do Brasil. Sendo a Constituição mais longeva, com seus 65 anos de vigência, tendo apenas uma emenda constitucional. Em comparação com a atual Constituição da República de 1988, onde perduram ao todo 107 emendas (uma verdadeira gambiarra) Segue trecho da Constituição do Império do Brasil, em que se encontra na segunda imagem: Carta de Lei de 25 de Março de 1824 DOM PEDRO PRIMEIRO, POR GRAÇA DE DEOS, e Unanime Acclamação dos Povos, Imperador Constitucional, e Defensor Perpetuo do Brazil : Fazemos saber a todos os Nossos Subditos, que tendo-Nos requeridos o Povos deste Imperio, juntos em Camaras, que Nós quanto antes jurassemos e fizessemos jurar o Projecto de Constituição, que haviamos offerecido ás suas observações para serem depois presentes á nova Assembléa Constituinte mostrando o grande desejo, que tinham, de que elle se observasse já como Constituição do Imperio, por lhes merecer a mais plena approvação, e delle esperarem a sua individual, e geral felicidade Politica : Nós Jurámos o sobredito Projecto para o observarmos e fazermos observar, como Constituição, que dora em diante fica sendo deste Imperio a qual é do theor seguinte: CONSTITUICÃO POLITICA DO IMPERIO DO BRAZIL. EM NOME DA SANTISSIMA TRINDADE. Obs: Caro leitor, caso queira ler a Constituição na íntegra, favor entrar no site do planalto e pesquisar pela Carta de Lei de 25 de Março de 1824. Fontes: Texto via Planalto.gov.com & Wikipédia. 2° imagem: 1° página de introdução a Constituição, retirada do Acervo Nacional & Capa do livro da Constituição do Império via Pinterest. #constituicao #imperiodobrasil #imperio #brasilimpério #brasilimperial #monarquiaconstitucional #monarquiaparlamentarista #advocacia #monarquiabrasileira #dompedroi #dompedroiv #brazilempire #brazil #bolsonaro #lei #parlamento #historiabrasileira #historiadobrasil #historiapolitica #historia #conservadorismo #monarchy #monarquia

SEGUNDA IMPERATRIZ DO BRASIL, E O PALÁCIO DAS JANELAS VERDES D.ª Amélia de Beauharnais – princesa de Leuchtenberg e neta da imperatriz Josefina de França – foi a segunda imperatriz consorte do Brasil por casamento com D. Pedro I. Era filha do duque Eugénio de Beauharnais (filho adotivo de Napoleão Bonaparte), e da princesa Augusta Amélia, filha de Maximiliano I da Baviera. Aos 17 anos parte para o Brasil, onde se casa com D. Pedro I, viúvo de D. Maria Leopoldina de Habsburgo desde 1826. Após D Pedro I, renúnciar ao trono do Império do Brasil em 1831 em favor de seu filho D Pedro II. D Amélia então Duquesa de Bragança, acompanha o marido e a enteada D.Maria da Glória (futura rainha de Portugal, D. Maria II), para a Europa, onde o casal vê nascer em Paris a sua única filha, Maria Amélia. Pouco tempo permanecem juntos, já que D. Pedro I falece no Palácio de Queluz em 1834, deixando D.Amélia viúva aos vinte e dois anos. Para manter uma supervisão constante e ter uma influência sobre a corte de Portugal. Dona Amélia obteve a idéia de casar sua enteada com seu irmão Augusto,em 1834. Porém, o mesmo falece em 1835. Forçando Dona Maria da Glória casar-se em segundas núpcias com Fernando de Saxe-Coburgo-Gota, ficando a mercê das influências do Império Britânico. Maria II, com este seu derradeiro casamento entraria assim decididamente na órbita inglesa e sairia da influência de sua madrasta. Perdida a influência na corte, D.ª Amélia passou a investir na educação da sua única filha, Maria Amélia, que herdou sua inteligência e beleza. Em Lisboa residiam no chamado Palácio das Janelas Verdes, que havia pertencido ao poderoso Marquês de Pombal e onde hoje está instalado o Museu Nacional de Arte Antiga. Mãe e filha viajaram pela Europa, dentre os países a Suécia, onde reinava a sua irmã.Infelizmente, a jovem contraiu tuberculose. E em 08/1852 a Duquesa partiu para a Madeira, onde não havia tuberculose, o que na época era atribuído aos “bons ares” da ilha.Porém, 3 anos depois sua filha falece. Então, D.Amélia decide viver sozinha no Palácio das Janelas Verdes, até o fim dos seus dias ocupando-se em fazer caridades junto das irmãs francesas. Falece em 1874.

SEGUNDA IMPERATRIZ DO BRASIL, UMA MADRASTA CORRESPONDIDA POR CARTAS Dona Amélia de Beauharnais-Leuchtenberg, segunda esposa de Dom Pedro I e Segunda Imperatriz do Brasil, amou os filhos de Dona Leopoldina de Habsburgo de toda a alma, como o prometera, com desvelos de mãe. No dia da abdicação de D. Pedro I e de sua partida do Brasil, ela escreveu uma carta ao pequenino D. Pedro II, então com 6 anos: . “Não me pertences senão pelo amor que dediquei ao teu augusto pai. Mas quero-te como se fosses o sangue do meu sangue. Um dever sagrado me obriga a acompanhar o ex-Imperador, no seu exílio, através os mares, em terras estranhas. Adeus, pois, para sempre!” . Dirigindo-se às mães brasileiras, fez então uma súplica comovente: . “Mães brasileiras, vós que sois meigas e carinhosas para com vossos filhinhos, supri minhas vezes: adotai o órfão coroado, dai-lhe, todas vós, um lugar na vossa família e no vosso coração. Entregando-o a vós, sinto minhas lágrimas correrem com menor amargura”. . Prova-o o fato de que ele em breve passou a chamá-la de "mamãe" mesmo distantes. Dona Amélia sempre manifestou-lhe carinho, e até sua morte manteve correspondências com ele, tentando instruí-lo e apoiá-lo. Sobrevivem cerca de seiscentas cartas que trocaram. D.Pedro II retribuiria a gentileza solicitando sua ajuda para casar suas próprias filhas e visitando-a em Lisboa em 1871. Dona Amélia manteve contato com seu entiado até sua morte em 1874. Fonte: Enxcerto do livro Revivendo o Brasil Império, de Leopoldo Bibiano Xavier, Casa Imperial do Brasil. #donaamélia #ameliadeleuchtenberg #leuchtenberg #beauharnais #imperatrizdobrasil #imperiodobrasil #dompedroii #historiabrasileira #bolsonaro #historiapolitica #cartas #correspondencia #lisboa #palaciodesaocristovao #riodejaneiro #bragança #familiaimperial #royalfamilybrazil #monarquia #monarchy #pinturas #madrasta #mae #entiado #politica #dompedroi #dompedroiv #portugal #brazil #conservadorismo

UM MONARCA EM DESENVOLVIMENTO, UMA INFÂNCIA INFELIZ? Dom Pedro II foi criado com simplicidade e uma educação excepcional com o objetivo de transformá-lo no monarca ideal. Nesse período em que é retratado na pintura, Dom Pedro II e suas irmãs se encontram sozinhos no Brasil, pois seu pai Dom Pedro I e sua madrasta Dona Amélia de Leuchtenberg haviam abdicado ao trono do Brasil, partindo para Portugal em 1831.(Revolução do Porto) Então como monarca constitucional, sua educação foi acompanhada de perto pela Assembleia Geral. Onde passava o dia inteiro estudando, com apenas duas horas reservadas para recreação. Ele costumava acordar às 6h30min, começava seus estudos às 7h e seguia até às 22h, indo então para a cama. As disciplinas eram diversas, incluindo história, filosofia, astronomia, física, geografia, música, caça, hipismo, esgrima e línguas (latim, francês, alemão, inglês, italiano, espanhol, grego, árabe, hebraico, sânscrito, chinês, occitano e tupi-guarani). E durante essa época foi mantido-o ignorante sobre os eventos que ocorriam fora do palácio, incluindo questões políticas.As notícias que acabavam chegando a ele e suas irmãs eram sobre as mortes de parentes. Eles foram informados em 12/1834 sobre a morte do pai D. Pedro I. E alguns meses depois em 06/1835 seu avô Francisco I da Áustria, que havia mostrado grande interesse em seus netos, também faleceu. Essas perdas aproximaram o imperador e suas irmãs e fortaleceram seu sentimento de família, apesar da falta dos pais. Pedro teve uma infância solitária e infeliz. Era considerado precoce, dócil e obediente, porém chorava frequentemente e muitas vezes nada parecia agradá-lo. Ele "não foi criado na luxúria e tudo era muito simples". Suas irmãs não podiam acompanhá-lo em muitas ocasiões, e o imperador tinha permissão para encontrá-las só depois do almoço com 1 hora de duração. O ambiente em que o imperador cresceu o transformou em uma pessoa tímida e carente, que via nos livros "outro mundo onde ele podia se isolar e se proteger". . Aquarela de "Dom Pedro II e suas irmãs, Januária (futura Condessa d'Áquila) e Francisca (futura Princesa de Joinville), por Adolphe Hastrel, Palácio de São Cristóvão, 1839.

Lisbon & Co
(@lisbonandco)

2019-03-18 13:58:02

O teatro de Dona Maria II fica no rossio na praça D. Pedro IV. 🇫🇷 Lê théatre Dona Maria II se trouve dans le quartier du rossio Sur la place de D. Pedro IV. #rossio #dompedroiv #lisboa #lisbonne #lisbonlovers #lisboalive #lisboapt

O REI SOLDADO Dom Pedro de Alcântara Francisco de Bragança e Bourbon. Dom Pedro I do Brasil e IV de Portugal. Dom Pedro nasceu no Palácio de Queluz, nos arredores de Lisboa. Sendo o quarto filho do rei de Portugal dom João VI e da Rainha Carlota Joaquina de Bourbon (Infanta de Espanha). Torna-se príncipe herdeiro com a morte do irmão mais velho, Antônio, em 1801. Chega ao Brasil em 1808 com a família real, em fuga do cerco das tropas Francesas de Napoleão Bonaparte a seu país. Fica no Brasil como príncipe regente quando dom João VI retorna a Portugal em 1821, devido uma Revolução Liberal na cidade do Porto. Em 1817 casasse em primeiras núpcias com Maria Leopoldina de Habsburgo-Lorena (Arquiduquesa de Áustria), tendo 7 filhos, dentre eles Dom Pedro II do Brasil e Maria II de Portugal. Em 1822 o Parlamento português exige a sua volta a Lisboa, mas ele decide permanecer no país e, no dia 7 de setembro do mesmo ano, proclama a independência brasileira da corte portuguesa. É coroado imperador do Brasil três meses depois, em janeiro de 1823. Outorga a primeira Constituição do pais em 1824, mas, por governar de forma autoritária, sem levar em conta o Parlamento, perde popularidade nos anos seguintes. Em 1829 casasse em segundas núpcias com Amélia de Beauharnais (Princesa de Leuchtenberg), com quem teve uma filha, Maria Amélia de Bragança. Diante do desgaste político, em 1831 resolve abdicar em favor do filho, dom Pedro II (na época com 5 anos), e volta a Portugal, onde assume a Coroa portuguesa como Dom Pedro IV. Em 1834, falece no Palácio de Queluz, no mesmo quarto em que nasceu, vítima de Tuberculose. E, em seu leito de morte pede para que seu coração seja doado a cidade do Porto ao qual tinha estreitas relações devido a Revolução Liberal. E o órgão de 180 anos, se encontra até hoje preservado em formol e guardado a 5 chaves em um recipiente de vidro, na Igreja da Lapa. Em 1972, no 150º aniversário da independência brasileira, seus restos mortais são trazidos para a cripta do Monumento do Ipiranga, em São Paulo - Brasil. Fontes: Entretenimento Uol, SoHistoria, Ebiografia, Wikipédia e Pinterest. Pintura de Pedro Américo em 1879, Acervo do Museu de BelasArtes

D. Maria Leopoldina de Habsburgo-Lorena. Foi Arquiduquesa da Áustria, sendo a primeira esposa do imperador D. Pedro I e Imperatriz Consorte do Império do Brasil de 1822 até sua morte, também brevemente sendo Rainha Consorte do Reino de Portugal e Algarves entre março e maio de 1826. Era filha do imperador Francisco I da Áustria e de sua segunda esposa Maria Teresa das Duas Sicílias. Seu casamento com Pedro I e sequente independência do Brasil fizeram com que se tornasse a primeira imperatriz consorte do país e a primeira imperatriz do Novo Mundo. . A educação que Leopoldina recebera em infância e adolescência era eclética e ampla, de nível cultural superior e formação política mais consistente. Tal educação dos pequenos príncipes e princesas da família Habsburgo baseava-se na crença educacional iniciada por seu avô Leopoldo II, que acreditava "que as crianças deveriam ser desde cedo inspiradas a ter qualidades elevadas, como humanidade, compaixão e desejo de fazer o povo feliz". Com uma profunda fé cristã e uma sólida formação científica e cultural – que incluía política internacional e noções de governo –, a arquiduquesa fora preparada desde cedo para reinar. . É considerada por muitos historiadores como a principal articuladora do processo de Independência do Brasil ocorrido entre 1821 e 1822, notadamente em setembro de 1822. O historiador @paulorezzutti, autor do livro “D. Leopoldina — A história não contada: A mulher que arquitetou a Independência do Brasil”, sustenta que foi em grande parte graças a ela que o Brasil se tornou uma nação. Segundo ele, a prometida de D. Pedro “abraçou o Brasil como seu país, os brasileiros como o seu povo e a Independência como a sua causa”.. . Foi também conselheira de Pedro em importantes decisões políticas que refletiram no futuro da nação, como o Dia do Fico e a posterior oposição e desobediência às cortes portuguesas quanto ao retorno do casal à Portugal. Consequentemente, por reger o país em ocasião das viagens de Pedro pelas províncias brasileiras, é considerada a primeira mulher a se tornar chefe de estado na história do Brasil independente. . Retrato em óleo sobre tela por Josef Kreutzinger, em 1815

Cecilia
(@ailicecb)

2019-02-04 04:29:39

Il nome ufficiale della Piazza è Praça Dom Pedro IV, ma i Lisboeti la chiamano semplicemente Rossio, nome medievale per indicare “la grande piazza”. La pavimentazione a onda tipica di Lisbona, il “mar largo”, è ottenuta con pietre bianche e nere ed è stata costruita dai detenuti del Castello de São Jorge. Al centro della Piazza si trova l’altissima statua raffigurante Dom Pedro IV (primo imperatore del Brasile) e due bellissime fontane barocche. • #lisbon #details #lisboa #dompedroiv #pracadorossio #rossio #sunnyday #portugal #visitportugalb#praçadorossio #praça #cidade #city #fountain #pedras #calçadasportuguesas

. . . . Au coeur du quartier du Baixa, le Rossio, nom historique de la Place Don Pedro IV. Son importance remonte au Moyen Âge. Cette place a été le théâtre de nombreuses célébrations, ainsi que de révoltes populaires et exécutions publiques. Rebaptisée pour rendre hommage à Pierre IV, roi de Portugal et premier empereur du Brésil (sous le nom de Pierre Ier). La statue en bronze de Don Pedro IV surmonte une colonne dressée au centre de la place. . . . . #lisboa #lisbonne #lisbon #portugal #rossio #pracadompedroiv #dompedroiv #praca #statue #architecture #building #lisbonlovers #ilovelisboa #ilovelisbon #toplisbonphoto #visitportugal #portugalemfotos #picoftheday #instagramhub #instagood #instadaily #frenchartist #art #trip #travel #holidays #newlife ©MonsieurK

S.A.R Luíz Phillipe d'Orléans e Bragança, Deputado Federal por SP recebendo no Palácio do Itamaraty o prefeito de Miami Dade, V.Ex.ª Carlos A. Gimenez. Junto do Ministro das Relações Exteriores V.Ex.ª Ernesto Araújo. Ao fundo nota-se uma pintura do dia da Coroação do Imperador Dom Pedro I do Brasil (Dom Pedro IV de Portugal), por Jean Baptiste Debret em 1828. Mas muitos se perguntam. Um príncipe na Política Repúblicana, e ainda por cima partidário? Como pode isso? Lembrando que Luiz Philippe foi eleito Deputado Federal por SP pelo partido PSL nas eleições de 2018, com 118.457 dos votos válidos. Onde será empossado no dia 01/02/2019. Então, Luiz Philippe é filho de Dom Eudes d'Orléans e Bragança, que renunciou ao título de Príncipe Imperial do Brasil em 3 de junho de 1966, para contrair casamento morganático. Por consequência seus descendentes não tem direito ao extinto trono do império do Brasil. Apenas possuem o título de Príncipe d'Orléans e Bragança no Brasil e na França. Portanto, Luiz Philippe pode ser livre para se candidatar a qualquer cargo político, ou se filiar a qualquer partido. Lembrando que os demais membros da família imperial que estão na linha de sucessão ao trono são supratidários! Isso é regra primordial a ser comprida! Fonte da imagem: @lpbragancabr #politica #monarquiabrasileira #imperiodobrasil #orleansebragança #brasilqueeuquero #monarquiajá #monarquiaparlamentarista #imperio #jairmessiasbolsonaro #psl #luizphilippedeorleansebragança #brazil #miamidade #usa #eua #carlosgimenez #mayor #statesunited #states #estadosunidos #ministro #ministrodasrelaçõesexteriores #itamaraty #palacioitamaraty #dompedroi #conservador #jeanbaptistedebret #dompedroiv #portugal #brasil

D.Maria II National Theatre, in Rossio Square, one of the places we visit on our Discover Lisbon Walking Tour (Sun-Mon-Thur) Teatro Nacional D.Maria II, na Praça do Rossio, um dos locais que visitamos no nosso passeio a pé Discover Lisbon Walking Tour (dom-seg-qui) #lisboa #lisbon #lisbona #lisbonne #lissabon #portugal #rossio #baixa #dompedroiv #square #praça #teatronacionaldmariaii #cityview #citywalk #walkingtour #travel #passeioapé #passeionacidade #vistadacidade #viagem #nofilter #discoverlisbonwalkingtour #morelisbonwalkingtours

Zachary F.K.
(@zkdoom)

2018-11-11 18:05:49

Lisbon, Portugal.🇵🇹 1 - Rossio Square. / Praça de Dom Pedro IV. 2 - Street tunnel graffiti. / A hand. 3/4/6/8/9 - Streets and hills. Day and night. 5 - Rua Nova do Carvalho / Cor de Rosa.(Pink Street) 7/10 - Gare do Oriente.(Lisbon Oriente Station) #lisbon #portugal #vacation #rossiosquare #erró #garedooriente #ruanovadocarvalho #ruacorderosa #streets #tunnels #cobblestone #blackandwhite #praçadedompedroiv #praça #rua #dompedroiv

Fountain in the Rossio Square, one of the many places we discover on our Discover Lisbon Walking Tour, every Sunday, Monday and Thursday morning. Fonte na Praça do Rossio, um dos vários lugares que descobrimos no nosso passeio a pé Discover Lisbon Walking Tour, todos os domingos, segundas e quintas de manhã. #lisboa #lisbon #lisbona #lisbonne #lissabon #portugal #rossio #baixa #dompedroiv #square #praça #fountain #fonte #cityview #citywalk #walkingtour #travel #passeioapé #passeionacidade #vistadacidade #viagem #nofilter #discoverlisbonwalkingtour #morelisbonwalkingtours

PALÁCIO DE QUELUZ!!! . Nesse majestoso, imponente e lindíssimo palácio, situado na linha de Sintra em Portugal, nasceu e morreu nosso primeiro e grande Imperador Dom Pedro I do Brasil, Dom Pedro IV de Portugal. Dom Pedro I, nasceu e morreu no famosíssimo aposento de nome Dom Quixote. 🔰👑 . Visita imperdível em Portugal !!! . #portugal #sintra #portugal_em_fotos #palacioqueluz #queluz #portugal_gems #dompedroii #dompedroiv #imperiodobrasil #monarquiaportuguesa #promonarquia #cafepatriota

🍴 🇵🇹 Gang ♥️ featuring South American pals 🇲🇽 🇨🇴 @ the table 🙏🏾 makes for some interesting conversations .. Every time we link up it’s a vibe 🔥 & Bro cooking 👌 😍 he gets busy in his kitchen 👏🏾 started writing my *FrankieSeason* project ✍🏾 sitting in Rossio Square ♥️ eating nothing but egg tarts 😍 then spent my bday chillin at @slbenfica #benfica 🦅🏟⚽️ you gotta move about & stay active to find inspiration as a writer 🔑 ♥️ ❤️💛💚 ............ 💚💛❤️ #lisbon #chill #happyplace #praça #dompedroiv #lisboa #portugal #breakaway #vibes #mood #songwriter #inspirationspots #eggtarts #pasteldenatapa #friends #specialplace

The Rossio Square, one of the many places we discover on our Discover Lisbon Walking Tour, every Sunday, Monday and Thursday morning. A Praça do Rossio, um dos vários lugares que descobrimos no nosso passeio a pé Discover Lisbon Walking Tour, todos os domingos, segundas e quintas de manhã. #lisboa #lisbon #lisbona #lisbonne #lissabon #portugal #rossio #baixa #dompedroiv #square #praça #cityview #citywalk #walkingtour #travel #passeioapé #passeionacidade #vistadacidade #viagem #nofilter #discoverlisbonwalkingtour #morelisbonwalkingtours

C Zero
(@czeromusic)

2018-10-17 16:07:21

Escondendo atrás da fonte na #praçadorossio em #lisboa #portugal. #travel #viajero #dompedroiv

Trecho da carta póstuma de D. Pedro I (1835), conhecido em Portugal como D. Pedro IV "O Libertador", citando a situação da escravidão no Brasil... Que homem! Que homem! #dompedroi #dompedroiv #paulorezzutti

mspaigemusic
(@mspaigemusic)

2018-10-12 15:13:19

Admittedly, I didn’t do much souvenir shopping in #portugal 😫 got myself a magnet while in #cabodesaovicente, a lil piece of art while walking through #baixa and #rossio neighbourhoods commemorating how we always seemed to pass by #praçadafigueira and #dompedroiv statue whenever we ventured out, two bottles of vino tinto from the wine tasting and an I LOVE PORTUGAL Pandora charm 💜

The Rossio Square, one of the many places we visit on our Discover Lisbon Walking Tour, every Sunday, Monday and Thursday morning. A Praça do Rossio, um dos vários lugares que visitamos no nosso passeio a pé Discover Lisbon Walking Tour, todas as manhãs de domingo, segunda e quinta-feira. #lisboa #lisbon #lisbona #lisbonne #lissabon #portugal #rossio #baixa #dompedroiv #square #praça #cityview #citywalk #walkingtour #travel #passeioapé #passeionacidade #vistadacidade #viagem #nofilter #discoverlisbonwalkingtour #morelisbonwalkingtours

Morning in the Rossio Square, on the way to start another tour Enjoy Lisbon Walking Tour. Manhã na Praça do Rossio, a caminho de começar mais um passeio a pé Enjoy Lisbon Walking Tour. #lisboa #lisbon #lisbona #lisbonne #lissabon #portugal #rossio #baixa #dompedroiv #square #praça #cityview #citywalk #walkingtour #travel #passeioapé #passeionacidade #vistadacidade #viagem #nofilter #enjoylisbonwalkingtour #morelisbonwalkingtours

Monumento a Dom Pedro IV O Monumento a D. Pedro IV situa-se na Praça da Liberdade, na cidade do Porto, em Portugal. É uma estátua equestre da autoria do escultor Célestin Anatole Calmels. A primeira pedra foi posta em 9 de julho de 1862. Foi inaugurado em 19 de outubro de 1866. Tem 10 metros de altura e cinco toneladas de bronze. A estátua de bronze apresenta D. Pedro IV vestido com a farda de Caçadores 5 e sobre ela uma placa (espécie de sobrecasaca) que era o seu traje habitual; na mão direita segura a Carta Constitucional de 1826 e na esquerda as rédeas do cavalo. #lac #lusobrasileiro #bestplacestogo #portugal_em_fotos #travelling #traveller #travel #trip #eurotrip #ue #europe #porto #portugal #dompedroiv #greatshot #niceshot #iphone #instagram #instaphoto #photo #photography

Mais um Rei maravilhoso pintado à mão pela Malaquite Illustrations para a nova exposição interativa do Museu das Crianças que inaugura dia 3 Outubro!!! ❤️#aminhaaventurapelahistoriadeportugal #museudascriancas #dompedroiv

Paisagens e pontos turísticos de PORTO. 🌉 Ponte Luís Primeiro ⚔️ Estátua de Dom Pedro IV 🕍 Catedral da Sé e Igreja dos Clérigos 🏞 Jardim de Cristal 📚 Livraria Lê-lo #jardimdecristal #ponteluis1 #porto #portugal #livrarialelo #pracadaliberdade #igrejadosclerigos #camaramunicipal #dompedroiv #tripdos30viaja

PALÁCIO DE QUELUZ - PORTUGAL Foi no palácio de Queluz em Portugal, no quarto de nome Dom Quixote, que nasceu e faleceu, o Imperador do Brasil, Dom Pedro I ou Dom Pedro IV de Portugal. #lisboa #palaciodequeluz #portugal #queluz #queluzpalace #dompedro #dompedroiv #imperadordobrasil #demonão #domquixote #sintra #reisdeportugal #intitutopatriota #monarquistascearenses #monarquía #impériodobrasil #históriadobrasil #históriadeportugal

The Rossio Square, one of the many places we discover on our Discover Lisbon Walking Tour, every Sunday, Monday and Thursday morning. A Praça do Rossio, um dos vários lugares que descobrimos no nosso passeio a pé Discover Lisbon Walking Tour, todos os domingos, segundas e quintas de manhã. #lisboa #lisbon #lisbona #lisbonne #lissabon #portugal #rossio #baixa #dompedroiv #square #praça #cityview #citywalk #walkingtour #travel #passeioapé #passeionacidade #vistadacidade #viagem #nofilter #discoverlisbonwalkingtour #morelisbonwalkingtours

“One body, one heart, two graves and less 8 centimetres …” The former King of Portugal, Dom Pedro IV, and former Emperor of Brazil, Pedro I, died in the afternoon of 24 September 1834, in the same room he had born, the so-called “Dom Quixote Room”, in the Royal Palace of Queluz. Has he had previous requested, his body was interred in the Royal Pantheon of the House of Bragança on 27 September, but his heart was sent in an urn to Porto, to be deposited in the Church of Our Lady of Lapa, as a final gesture of thanksgiving to the city that helped him to, after a bloody siege (1832-33), making the victory of the liberal cause in Portugal a reality [in the picture, the beautiful grave of Dom Pedro’s heart] One hundred and thirty-eight years later, in 1972, in the context of the 150 years of Brazil Independency, the Brazilian Government asked to Portugal the body of the Emperor, to be buried in the Monument to the Independence of Brazil, in a special Crypt and Chapel built to receive the body of Dom Pedro and his two wives, Empresses Maria Leopoldina and Amélia. This gesture was full of significance because the Monument was on the site where Dom Pedro had declared Brazilian independence in 1822. The Portuguese Government ordered a new coffin, since the original one was too fragile to make the journey. When the coffin arrived to the Imperial Crypt, the unthinkable happened, the marble sarcophagus was 8 centimetres smaller than was supposed to be… or the coffin 8 centimetres bigger. The Portuguese Government and the Imperial Family of Brazil didn’t allow any change of the coffin so it was necessary to disassemble the sarcophagus and increase it to, finally, received the mortal remains of Emperor Pedro I of Brazil. #theportugueseroyalarchives #portugal #brasil #brazil #lisboa #porto #oporto #saopaulo #sp #saovicentedefora #igrejadalapa #criptaimperial #monumentodoipiranga #houseofbraganza #casadebragança #reideportugal #kingofportugal #dompedroiv #portugueseroyalfamily #portugueseroyalty #familiarealportuguesa #casarealportuguesa #imperadordobrasil #dompedroi #familiaimperial #imperialfamilyofbrazil

Em 1794, o Palácio de Queluz tornou-se oficialmente residência da Família Real Portuguesa. Neste Palácio nasceu e morreu D.Pedro IV (o nosso D.Pedro I do Brasil). O Palácio de Queluz foi residência da Família Real, antes e depois da instalação da corte portuguesa no Palácio(Museu Nacional) no Rio de Janeiro, onde ocorreu o incêndio essa semana.  #palaciodequeluz #minhavidaemportugal #sintra #portugal🇵🇹 #familiarealportuguesa #dompedroiv #dompedroi

Julia Peters
(@kylerorange)

2018-09-02 14:14:01

View from the hostel room. #portugal🇵🇹 #rossiosquare #dompedroiv