renataoliveira
(@renataoliveira5420)

Stories and Highlights posted by renataoliveira5420

Photos and Videos posted by renataoliveira5420

😘😘😘

😍😍😍

😭😭😭

Se você está nas redes sociais achando graça ou que é bem feito, ou que bom que ele está sofrendo, que ele ta preso e não tem direitos. Você é um ser humano nojento e asqueroso. Tenho vergonha de ler certos post e comentários. Nesse momento tenho vergonha de ser brasileira e viver nesse país tão desumano. Ai nessa foto não tem um político, nem petista nem ladrão. Ai nessa foto tem um avô que acabou de perder seu neto de 7 anos um anjinho lindo e inocente que só via essa pessoa como seu vovô. Fico pensando a que ponto chegamos com essa guerra ridícula de política. Só posso nesse momento pedir que Deus conforte o coração de toda a família.😢😢💔

😉😉😉

Bom dia ! Amém, obrigada senhor por tudo...

Se alguém diz que gosta muito de nós e, continua nos decepcionando, promete mudar e nunca muda, cabe a nós sermos a mudança. Dói partir, mas dói muito mais ficar e engolir decepções atrás de decepções, a ponto de esquecermos que nós somos o nosso próprio amor . Por vezes partir é a melhor escolha. 🍂🍃

Show 😍😍

😍😍😍

😍😍😍

🙏🙏🙏

🌞😎 praia piscina amo de montão ❤😍😍

❤😘

😎🌞😍🙏

🙏🙏 Bom...dia!!!

Bom dia!!! #2019 🙌🙏

Feliz Natal

A partir da alfabetização das mulheres, com o objetivo de criar conteúdos com significado para o processo de aprendizado de cada uma delas, Lucilene Silva, iniciou o registro de suas histórias de vida, histórias da tradição oral, rezas, ditos populares, os nomes das coisas e as músicas que cantaram na infância, nas festas e ao longo da trajetória de vida. Deste registro surgiram cantos de trabalho, que algumas delas entoavam na lida do dia-a-dia nas casas de farinha, pilando milho, plantando e limpando roça, entre outros. Lucilene então propôs que o grupo além de se encontrar para aprender a ler, que se encontrasse também para cantar. Nestes encontros, Lucilene integrou ao repertório informado pelas mães, outros cantos de trabalho que registrou ao longo de suas pesquisas de campo pelo Brasil, especialmente os relacionados ao render, tecer, bordar e fiar, que trazem o amor como tema principal. Esta cantiga, uma das preferidas do grupo, foi registrada por Lucilene Silva, em Florianópolis -SC e foi informada por Dona Ilda, quem tem hoje 94 anos e cantava este canto de trabalho enquanto fazia Renda de Bilro, chamada “Ô Céu me leva”.